Banner

Banner

Total de visualizações de página

30 de agosto de 2008

SUICÍDIO OU AMOR



A madrugada inspira-me
Para um crime
O vulto que despreza meu coração ;
Mato-me à noite
Que ninguém me veja
É testemunha de mim
A lança nos meus nervos
Óbvio que padeço
E tortura-me
O frio da solidão
A pele que me cobre
Engana o manto
Não aquece o coração
A manhã que me espera
Em pranto me sepultará
Por que preso estou
Por suicídio ou amor.


Escrito por Marcelo Henrique Zacarelli

28/junho/2008 Village ( sp )