Banner

Banner

Total de visualizações de página

25 de novembro de 2009

Sol de Julho


E meu coração já voa por aí
Com asas quebrantadas
Pousa e adormece na solidão
De mansinho chora
A dor do amor que me deixou
Não há nada que possa Pará-lo
A dor é mais forte e freia a saudade
O sol gelado de julho
É fogueira calma
E mansa descansa...
Ainda é cedo
Cedo pra voltar
Meu cansado coração
Não sabe mais amar
Bandido destemido
De amores desiludidos
Agora se embriaga na dor
Levanta voo coração
E destoa céu afora
Em busca de outro amor
Ainda é cedo
Pra dizer o teu paradeiro
Outra vez se quem sabe és amor
Outra vez se deveras és a dor.

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Village, Maio de 2009 no dia 16