Banner

Banner

Total de visualizações de página

26 de agosto de 2009

Utopia

Izabela Villarim Feijó
















Nua eu te decorei
No quadro da minha concupiscência
Assim inconsequente sem conseqüência
Eu te furtei na vaidade da minha alma;

Tua imagem tão selvagem
Na pintura insaciada
Explorada na estupidez dos meus dedos
Que estiveram perdidas na insensatez do desejo;

Eu te pintei
Como quem pinta arrogante
Na irresponsabilidade dos amantes
O delírio de uma imaginação coadjuvante;

Eu te decorei
Como profissional apaixonado
Eu te desejei
Como um carnal assim tão fraco;

Nua eu te possui
Na utopia ignorante da pintura
Sobre o olhar atento da
Hipocrisia dos meus olhos;
Que não tardaram em julgar
A displicência do teu corpo.

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Itaquaquecetuba, Setembro de 2002 no dia 06.