Banner

Banner

Total de visualizações de página

3 de janeiro de 2009

Luciana

Luciana Regina














Surpreendentemente
Seu olhar me engana
Luciana, Luciana...
És assim tão vulgar e sacana
No seio da noite
Vestida de dama
E faz se perder
Boêmios como a mim
Que louco por ti
É capaz de morrer;

Inconsequentemente
Teu falar me inflama
Luciana, Luciana...
E o voraz esplendor que derrama
És vinda de ti
Que ao pecado me chama
Porém teu querer
É o mais lindo absurdo
Que amar me faz bruto
E a dor esquecer;

Definitivamente
Seu julgar-me profana
Ao condenar-me a te amar
Luciana, Luciana.

“Homenagem a Luciana Regina Zacarelli”

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Village, Dezembro de 2008 no dia 23.