Banner

Banner

Total de visualizações de página

30 de agosto de 2008

CORAÇÃO DOENTE

Quando dói o coração
Não tem jeito
São lágrimas que vem de dentro
Do fundo do peito
Não sou perfeito
Sou pensamento
Sou folha seca
Que baila no vento
Sem tom , sem cor , sem sabor
Barco que navega entre a dor
Encalhado no porto
Sem calor , sem amor
Deveras , eu soubesse
O dia de amanhã , zombaria de hoje
Esqueceria o ontem
renasceria depois de amanhã
mais... quando dói o coração
o orgulho chora baixinho
de mansinho , bem de mansinho
é o medo da solidão
se faz presente todo momento
a transparência do sentimento
não a hipocrisia , apenas lamento
liberdade sofrida de expressão
os olhos falam o que sente o peito
pudera olhares em meus olhos
e conversares com meu coração.

Escrito por zacarelli 22/julho/2002
Itaquaquecetuba ( sp )