Banner

Banner

Total de visualizações de página

30 de agosto de 2008

NO SILÊNCIO DO SEOL



Quero ser o seu poeta
Seu amigo destemido
Ser um cântico sofrido
A bebida predileta .

Quero ser o seu caminho
Pelos campos ou deserto
Quando longe ou bem perto
Emprestar-te o meu carinho .

Quero ser a sua bravura
Sua conduta na coragem
A esperança na mensagem
Sentimento que perdura .

Quero ser tua inspiração
O acalento do teu colo
A firmeza deste solo
O pulsar do coração .

Quero ser a ansiedade
Do teu peito sem maldade
No teu corpo à vontade
Dos teus dias a saudade .

Quero ser a tristeza
De um dia sem sol
Ser a alma que descansa
No silêncio do seól .

Escrito por zacarelli 25/setembro/2001
Itaquaquecetuba ( sp )