Banner

Banner

Total de visualizações de página

30 de agosto de 2008

CONVIVER COM A SOLIDÃO



Há quem me dera saudade
Não sofresse por ti , e
Despojasse de minha carne
Tudo aquilo que senti ;
Quem me dera ...
Pergunto sem interrogação ,
Pois quem me ouve
Jamais sentiu algo assim ,
Se ti absolvesse
De qualquer culpa , tal saudade
Estaria traindo o que já vivi ,
Mas já não morro
Por ti novamente
Nem te quero pra perto de mim ;
Às vezes penso saudade
Que não te quero por maldade
Ao desprezar-te com razão
É que ao lembrar-me do passado
Posso ver-me condenado
A conviver com a solidão .

Escrito por zacarelli 16/agosto/2003

Itaquaquecetuba ( sp )