Banner

Banner

Total de visualizações de página

12 de fevereiro de 2013

Sincopes Convulsas

Paloma Zacarelli

Rachei na guia o queixo por conta de um trismo
O desamor, um delator, um quase súbito...
O mar que me faz desmaiar em atônito cínico;

Um sismo arremessou-me joelhos ao chão
Eu... Um pasmo consciente sofrendo de amor
Há beira da esquizofrenia diluindo a solidão;

Há quem diga que a bebida o desequilibrou
Sincopes convulsas da preferência feminina
Não é só Deus que mata, o ditado confirmou;

Na vala descansava o corpo fétido
Sobre o lodo respirava a narina, distraído...
A hirsuta barba coalhava de imundos mosquitos;

Há sempre uma boa alma que te leve ao levante
Um bocado de pão dentre a sânie escorrendo...
A maldita saudade é vaidade dos amantes;

Hoje! Ao ouvir falar de amor tem fobia
E quase sempre anda bem acompanhado
E quando só; a que mal lhe acomete por epilepsia.


Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Village, Setembro de 2012 no dia 22.