Banner

Banner

Total de visualizações de página

12 de fevereiro de 2013

Danações Sexuais

Jim Morrison e Marcelo Zacarelli

Flâmulas aquecem o meu peito
São pétalas aflitas agonizantes indefesas
Definham uma a uma sem precedentes
Um lugar ao sol quer desfilar suas senas
A brasa da saudade que mesquinha...

Doravante o calor a compenetra
Nas raízes cruciais dos amantes
Outrora as vozes as consolam
E rangem abruptos os dentes...

Estas danações sexuais arrogantes
Profanas as virgens eloquentes
Em sedas vislumbrastes desprezíveis
O ato do pecado absorvendo;

Eis que passeio sobre a cinza quente
Esperneio sobre os ares dos anseios
Tenho alucinações com a morte
E morro todas as noites em meus aposentos;

Lúgubre são teus lábios surrados
Que emitem a sombra do encantamento
Extinguiram-se os meus sedentos
Ao pó dos escombros ao morrer de sede;

Desde então estimulas as minhas falhas
Que sórdidas relutam por instinto
Não são tuas as minhas tardes valhas
Nem por um segundo sequer o infinito.

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Village, Setembro de 2012 no dia 20.