Banner

Banner

Total de visualizações de página

5 de setembro de 2009

Flor Lilás

Gabriele Feijó
















Tua voz domina em silêncio
Como é belo teu querer
Que me deixa com fome
Mesmo sem comer...
Tua postura sensível e adulta
Assalta-me de imaginações
Como o vento de agosto
Desarraiga corações;
Como é belo teu querer
Que me deixa morto
Com vontade de comer...
Às vezes eu me esqueço
Dos tempos que era mais moço
Um colhedor de pétalas
Nos outonos de março e agosto
Mas encontrei-te pelos campos da vida
Você quem diria minha flor lilás...
Tão rara como o amarelo vermelho
Dos sóis dos meses de setembro
Como o soterrado verde
No monteiro de caídas folhas
Como é belo ter você
Que me faz ser homem
No teu colo adormecer.

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Village, Setembro de 2009, no dia 03.