Banner

Banner

Total de visualizações de página

26 de agosto de 2009

A Mão que Machuca a Rosa

Henrique Morrison Zacarelli
















Mão direita, indefesa, cheia de tristeza
Mão que afaga hipócrita, escassa
Mão carente, persistente, displicente
Mão de súplica, estúpida, que machuca
Mão pequena, quebrantada, que envenena
Mão apática, cansada, sádica
Mão solitária, perversa, ordinária
Mão que planta, destrói mão que arranca
Mão que trai, sem amor, dói de mais
Mão honesta, rude, que detesta
Mão sem jeito, absurda, sem direito
Mão marruda, violenta, que derruba
Mão amiga, de intriga, mão que briga
Mão amável, detestável, vulnerável
Mão que escora, sobre o rosto, mão que chora
Mão que assola, que consola, desconforta
Mão que assusta, sem carinho, mão astuta
Mão que arde, sem saudade, mão covarde
Mão direita, sedenta, imperfeita
Mão dolorosa, assombrosa,
Mão que machuca a rosa.


“Existe um buraco em minha alma
Para mim é adeus, pra você é saudade...
Por quem o sino vai tocar”.

A poesia mais triste de minha vida.

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Itaquaquecetuba, Outubro de 2001 no dia 05.