Banner

Banner

Total de visualizações de página

3 de janeiro de 2009

Desilusão

Tânia, Giulia e Fernanda















Há tempos ouvi dizer

De estórias que... Por alguém morrer
Ou viver... Sem alguém, se perder...
O amor com saudade do ódio
O bem e o mal, por sinal
Juntos em um mesmo objetivo
No coração pulsar, furtar, sofrer...
Como ouvi dizer, há tempos...
O amar, o trair se enganar...
No olhar que cega este meu duvidar.

Desenganos! Hó quantos...
Sorrisos profanos, e desilusão...
Quando se senti escapar pelas mãos
Uma vida, uma saudade, uma lida...
Da perversa soma subtraída
Os anos de quem eu amei ou odiei
Nos versos desta poesia recitei
Sei que ainda vou amar odiar e sofrer
Como há tempos ouvi dizer.


Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Dezembro de 2008 no dia 12.